MidiaMAIS

Brechós de Campo Grande se reúnem em bazar coletivo com peças a partir de R$ 2

O evento será no sábado (10), das 14 às 22 horas

Mikaele Teodoro Publicado em 05/10/2015, às 12h39

None
bazar-brecho.jpg

O evento será no sábado (10), das 14 às 22 horas

Amados por muitos e até odiado por tantos outros, a verdade é que os brechós estão em franco crescimento em Campo Grande. Se por um lado, o rótulo de “depósito de velharia empoeirada” ainda reina, por outro, muita gente já descobriu o potencial deles no que diz respeito ao encontro de peças alternativas e também como boa forma de movimentar o que está parado em casa e ganhar renda extra.

Pensando nisso tudo, alguns empreendimentos de Campo Grande se mobilizaram e organizaram o “1º Bazar do Coletivos de Brechós do Mato Grosso do Sul” que acontece no próximo dia 10. Com as maiores lojas, físicas e virtuais, reunidas em um só lugar o resultado só pode ser: roupa boa e barata à disposição de um bom garimpo.

“Realmente cresceu muito o mercado em Campo Grande. Ainda tem uma reserva com relação a isso, as pessoas ainda tem um pouco de preconceito contra brechó, uma ideia errada com relação a ser uma lojinha empoeirada. Nós queremos mudar este conceito. Mostrar que é preciso ser sustentável, reutilizar. É bom pra quem vende, para quem usa e para o planeta. Uma das nossas exigências é com relação a qualidade das peças e as roupas serem limpas, prontinhas para o uso”, explica Val Reis do Brechó V. Vintage, uma das organizadoras do evento.

O coletivo de brechós já conta com 15 participantes

São mais de 10 brechós participantes com peças de vários estilos, desde infantil, infanto-juvenil, feminino, masculino, plus size, e muita moda retrô. Tudo a partir de R$ 2. Ótima oportunidade para conhecer o mercado e até inciar um empreendimento na área. “Estamos querendo atuar em bairros, mostrando para as pessoas que elas podem desapegar das roupas, gerar renda para a família”, explica Val. O evento será na Plataforma Cultural, na Avenida Calógeras, esquina com Avenida Mato Grosso. No sábado (10), das 16 às 22 horas.

Jornal Midiamax