MidiaMAIS

BNegão apresenta show com estilo ‘afrofuturismo digital’ na véspera de feriado

Confira entrevista exclusiva com o rapper

Carol Alencar Publicado em 17/04/2015, às 09h10

None
maxresdefault.jpg

Confira entrevista exclusiva com o rapper

Os amantes da mescla de estilos apresentadas no repertório do artista BNegão tem um encontro marcado não só com ele, mas com o BNTrio na próxima segunda-feira (20). O rapper vem à Capital acompanhado do músico Pedro Selector (trompetista dos Seletores de Frequência) e DJ Castro (ex-Quinto Andar) onde participam da festa de comemoração do 1º aniversário da Casa Baraúna.

Em entrevista ao MidiaMAIS, BNegão intitulou como ‘Afrofuturismo Digital’ o som que faz no projeto com o trio. Ele ressaltou que sua música é uma mistura de passado, presente e futuro.

“Nossa música parte do hip-hop e vai expandindo para a música negra, brasileira e mundial…é a minha visão musical e filosófica do mundo”.

BNegão que faz uma alquimia sonora movida à base de frequências graves, foi um dos pioneiros a disponibilizar suas músicas pela internet. Na época, foi bastante criticado e até chamado de insano e suicida – da própria carreira musical, mas mal sabem os pessimistas, que o free download o levou para muito longe.

“O disponibilizar nos levou para tocar no mundo inteiro e o melhor, ganhando por isso; além de espalhar a palavra (junto com o som) e virar um padrão para todas as bandas independentes”, pontua.

No bate papo perguntamos o posicionamento dele sobre a compra e venda de produtos como LP e CD. BNegão não culpa a internet, mas sim, a econômica mundial.

“Ambos – compra e venda, caíram muito, mas acredito que a interne não seja a responsável não; é muito pela própria ordem econômica, que espreme a vida do cidadão comum, não deixando muitas opções de respiro monetário”.

Quanto a sobrevivência do mundo musical, o rapper diz que dispensa propostas e diz seguir a vida apenas com a venda de seus shows e produtos e direitos autorais – seja com músicas executadas, trilhas de filmes e tudo mais.

Sobre os novatos, na música popular brasileira que mais chamam a atenção do rapper, ele cita: “Entre as coisas mais sensacionais que acontecem hoje, no Brasil, debaixo das barbas e narizes de quem não corre atrás de informação, eu destaco: Baiana System, Metá Metá, Sacal, Tropkillaz, Omulu, Coletivo Moustrak, Raquel Coutinho, Anelis Assumpção, Curumim, Rincon Sapiencia e Rico Dalasan”.

BNTrio traz para o show a formação tradicional do hip-hop com um instrumento de sopro, o que para o nosso entrevistado, dá mais oportunidade de improvisação.

“Tenho pra mim, como lema, que o limite da música é a nossa imaginação. Esse é o meu caminho”, conclui.

O show do BNTrio será realizado no Haras Taberna, que fica na Rua Martine de Moraes, nº 450 – Rita Vieira. Os ingressos custam R$ 30, R$ 40 e R$ 50 e estão a venda no próprio bar que é o aniversariante da vez, Baraúna. Mais informações na página do evento no Facebook.

Jornal Midiamax