MidiaMAIS

Artistas antecipam músicas gravadas em parceria com Cristiano Araújo

Uma delas é a campo-grandense Janaynna

Midiamax Publicado em 22/07/2015, às 22h02

None
janaynna1.jpg

Uma delas é a campo-grandense Janaynna

Após a morte de Cristiano Araújo, em 24 de junho, diversos artistas decidiram antecipar a divulgação de músicas gravadas em parceria com o cantor, que vão desde participações especiais em DVDs até faixas inéditas.

Só em vídeo, três participações do sertanejo já foram lançadas. Uma delas, na faixa “O Amor Sorrindo pra Gente”, da cantora Janaynna. Araújo ainda esteve na gravação dos DVDs de Maiara & Maraísa, com quem canta “Se Olha no Espelho”, e Gabriel Diniz, interpretando “Amor de Copo”. Fora isso, gravou as faixas “Te Quero Tanto”, com Mel Lima, e “Teus Olhos”, com a dupla Lucas & Roger.

Recentemente, foi divulgada também a canção “Confesso”, com o grupo de axé Babado Novo, que já estava programada para ser lançada poucos dias depois da morte do artista. Araújo ainda deixou uma última participação em um DVD do colega Israel Novaes, ainda não lançado, na qual canta com ele “Coração Indisponível”, em um show gravado em Brasília.

Homenagens póstumas

Cristiano Araújo também ganhou duas homenagens póstumas. Uma delas veio de Gabriel Gava, que compôs no mesmo dia do acidente a música “Amo Até no Céu”, gravada com a participação de Gusttavo Lima, Lucas Lucco e Israel Novaes. Já a outra foi “Ninguém Vai Esquecer”, gravada por Gabriel Willie, Dan Lellis e Fernando Maia.

No YouTube, algumas dessas músicas já tiveram mais de 1 milhão de acessos desde a morte do artista. É o caso de “Se Olha no Espelho”, de Maiara & Maraísa, com 1,1 milhão de views, Já “Confesso”, com Babado Novo, teve 1,2 milhão de visualizações, e a homenagem póstuma “Amo Até no Ceú”, 1 milhão.

A maioria dessas canções não seria lançada agora. Os artistas, porém, decidiram antecipar a divulgação como homenagem ao colega. Maiara e Maraísa, por exemplo, teriam como música de trabalho outra faixa, com a participação de Jorge & Mateus. A dupla, no entanto, decidiu mudar após a morte de Cristiano.

Independentemente da data de lançamento das faixas, é possível notar pela quantidade de músicas gravadas que Cristiano Araújo ainda tinha muito material inédito. Prova de que o músico sempre aceitou os convites para cantar com outros artistas.

Jornal Midiamax