Juiz de Nova York determina que música “Louca” de Shakira é plágio

Alvin Hellerstein, um juiz federal de Nova York, determinou que a música “Loca”, sucesso em 2010 da cantora colombiana Shakira, é um plágio de uma canção do dominicano Ramón Arias Vázquez cujos direitos são da produtora Mayimba Music. Na decisão publicada hoje, o juiz afirma que tanto “Loca” quanto a música que inspirou Shakira, “Loca […]
| 21/08/2014
- 14:44
Juiz de Nova York determina que música “Louca” de Shakira é plágio

Alvin Hellerstein, um juiz federal de Nova York, determinou que a música “Loca”, sucesso em 2010 da cantora colombiana Shakira, é um plágio de uma canção do dominicano Ramón Arias Vázquez cujos direitos são da produtora Mayimba Music.

Na decisão publicada hoje, o juiz afirma que tanto “Loca” quanto a música que inspirou Shakira, “Loca con su Tíguere”, do dominicano Eduard Edwin Bello Pou, mais conhecido como “El Cata”, são plágios.

“Mayimba estabeleceu que ‘Loca con su Tíguere’ de Belo e a versão em espanhol de ‘Loca’ de Shakira são cópias ilegais de uma canção cujos direitos possui Mayimba, em violação das leis de propriedade intelectual”, assegura o magistrado.

O juiz ordena também que às partes voltem a negociar e apresentem ao tribunal antes do meio-dia de 29 de agosto “um documento conjunto” no qual informem a indenização por danos à produtora Mayimba.

Na mesma decisão, datada de 19 de agosto, o magistrado convoca os advogados da Mayimba e os da produtora Sony para uma nova audiência em 8 de setembro para discutir os passos seguintes no caso.

Com baladas pop, “Loca” foi o primeiro single do disco “Sale el Sol” lançado em 2010 e alcançou os primeiros lugares nas rádios da América Latina, Europa e Estados Unidos e vendeu mais de cinco milhões de vezes.

Veja também

Últimas notícias