Golpista tenta enganar servidor público, mas termina pagando R$ 200 para a vítima

Além de não cair no golpe, vítima decidiu enganar o ladrão
| 16/01/2022
- 21:28
Na mensagem
Na mensagem, o golpista pediu R$1.980 emprestados para realizar "um pagamento particular - (Foto: Reprodução)

Suspeitando que estava sendo vítima de um roubo via PIX, um homem de 32 anos aplicou um "contragolpe" no golpista. O servidor público, que não teve seu nome identificado, estranhou ao receber um pedido de ajuda financeira enviado pelo telefone de um amigo - cujo celular havia sido levado no assalto. 

O criminoso enviou a mensagem se passando por seu amigo, no final de 2021. Em entrevista ao UOL, o servidor de 32 anos, morador de Brasília, declarou: "Eu já saquei que não era ele conversando comigo na hora".

O golpe

Na mensagem, o golpista pediu R$1.980 emprestados para realizar "um pagamento particular". Esperta e desconfiada, a vítima alegou que precisava de dinheiro para pagar as taxas da transferência de alto valor.

"Eu falei que estava sem dinheiro na conta e que iria transferir o valor utilizando o cartão. Aproveitei e emendei a história dizendo: 'Você lembra que está me devendo também?'. E ele caiu", afirmou o homem.

Ele disse ao golpista que precisava de volta os R$ 200 que foram supostamente emprestados para o amigo, e que o criminoso poderia aproveitar a ocasião para quitar a dívida. O golpista, além de tudo, ainda acrescentou R$ 28 ao pix, totalizando R$ 228.

"Ele ficou um tempão sem falar nada e eu já tinha desistido. Voltei a trabalhar e, quando já era no final da tarde, recebi a mensagem do aplicativo falando que eu tinha recebido esse dinheiro. Eu achei que eram outras pessoas que também estavam me devendo, mas quando olhei melhor fui perceber que a pessoa tinha caído mesmo", contou o sagaz ao UOL.

Últimas notícias