Geral

França distribuirá anticoncepcional gratuito para jovens de 18 a 25 anos

A contracepção para menores de idade já é gratuita na França

Maria Eduarda Fernandes Publicado em 04/01/2022, às 15h52

Pílulas anticoncepcionais
Pílulas anticoncepcionais - Divulgação

As pílulas anticoncepcionais passarão a ser distribuídas de forma gratuita pelo governo Francês nesta semana. Elas serão destinadas para jovens de 18 a 25 anos, e cerca de 3 milhões de mulheres serão beneficiadas até o fim do ano.

O ministro da Saúde francês, Olivier Véran, anunciou em setembro esta medida, destacando que a contracepção estava "em retrocesso" entre as jovens e destacou que "o primeiro motivo" era a "renúncia por razões financeiras".

A contracepção para menores de idade já é gratuita na França. Conforme o ministro da saúde Olivier Véran, as jovens de 18 a 25 anos, passarão a ter acessos a uma consulta gratuita por ano. Nesta consulta receberão as instruções sobre o uso das pílulas.

Mas, há quem diga que a medida adotada pelo governo francês não resolva. Leslie Fonquerne, socióloga especializada em questões de gênero é uma dessas pessoas que descordam. "esta medida não resolve em nada o desequilíbrio da carga anticonceptiva entre mulheres e homens" disse ela.

Conforme o portal Exame, a classificação do Fórum Parlamentar Europeu para os Direitos Sexuais e Reprodutivos (EPF), responsável por avaliar "o acesso a uma contracepção moderna, eficaz e acessível" na Europa, coloca a França no segundo lugar de seu Atlas da anticoncepção 2020 (atrás da Bélgica). A Polônia continua sendo o país europeu pior colocado. 

A falha do sistema resulta em mais de 500 mil abortos clandestinos realizados no país todos os anos, de acordo com a Pesquisa Nacional do Aborto.

Jornal Midiamax