Geral

Carille prevê clássico empolgante em seu reencontro com a torcida do Corinthians

Neste domingo, dois anos depois, o técnico reencontra o clube no qual ganhou projeção e títulos, agora pelo Santos

Agência Estado Publicado em 18/11/2021, às 07h45

None
Foto: Newton Menezes / Futura Press

Fábio Carille deixou o Corinthians em novembro de 2019. O time fazia segundo turno do Brasileirão ruim e ele acabou não resistindo ao oitavo jogo seguido sem vitória na época. Neste domingo, dois anos depois, o técnico reencontra o clube no qual ganhou projeção e títulos, agora pelo Santos. Necessitando de um triunfo pelo alívio pleno na luta contra a queda, o treinador prevê "um clássico empolgante."

O Santos tem 42 pontos e vem decolando com Carille. Foram 13 pontos somados dos últimos 18 disponíveis e a meta é seguir essa evolução, mesmo com 40 mil vozes contra nas arquibancadas da Neo Química Arena.

"Clássico é sempre empolgante, gostoso de jogar. Claro que vamos em uma situação um pouco mais tranquila, mas ainda precisamos de alguns pontos. A sequência dá confiança, fica mais fácil melhorar. Melhorar em cima de boa pontuação é muito mais fácil", afirma o treinador.

Foram quatro títulos comandando o Corinthians, entre eles o Brasileirão de 2017, e Carille não esconde sua gratidão ao clube Ele sempre foi apontado como possibilidade de retorno, mas acertou com o Santos e agora tenta engrenar na equipe da Vila Belmiro.

"Eu sou muito grato e sei que a história no Corinthians em 10 anos foi bonita, com oito títulos como auxiliar e quatro como técnico. Saí pela porta da frente e sou grato. Agora busco a minha felicidade no Santos, trabalhando muito para ser feliz e conquistar aqui", enfatiza.

Para o clássico, apesar de Marinho falar em sacrifício para recuperar a lesão muscular na coxa, o técnico já trabalha buscando um substituto. "Pela nossa experiência, com certeza ficará fora alguns dias. Não conto com ele para o Corinthians. Claro que vai passar por exame e quem sabe tê-lo para os últimos jogos. Pela forma que saiu, dificilmente estará em campo no domingo", lamenta.

Jornal Midiamax