Geral

Sindicalista diz que está sendo ameaçado por guardas municipais

Segundo Tabosa, guardas prometem prendê-lo durante passeata

Midiamax Publicado em 23/02/2015, às 21h05

None
screenshot_tabosa.png

Segundo Tabosa, guardas prometem prendê-lo durante passeata

O presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), Marcos Tabosa, diz estar sendo ameaçado por guardas municipais. Tabosa publicou postagem em seu Facebook nesta segunda-feira (23), com imagens de conversa de grupo de guardas municipais no WhatsApp que prometem prendê-lo na passeata dos agentes de saúde na quinta-feira (26).

Na conversa no grupo de guardas municipais, um deles posta a imagem do sindicalista e outro completa: “vai ser o dia certo de prender esse vagabundo”. Em outra imagem, um guarda incita os outros a prenderem Tabosa. “Se ele desacatar alguém ou obstruir a via vamos prender esse safado. É nossa oportunidade”.

Tabosa diz que apesar das intimidações está tranquilo. “Minha família está preocupada, mas estou bem. Não vão intimidar a gente. Estamos tomando providências para garantir a segurança de todos”, conta o sindicalista.

O sindicalista fez questão de frisar que não são todos os guardas municipais que querem prendê-lo. “Mas me entristece. Fico preocupado que sem arma alguns já pensam desta forma. Se estivessem armados eu estava morto. É grave”, destaca.

Briga antiga

Segundo Tabosa, o motivo da ira dos guardas municipais é que o sindicato da categoria não é representado pelo Sisem. “Eles têm um sindicato pirata, nunca quiseram ser representados pelo Sisem e querem reconhecimento na marra. O Sisem representa os servidores públicos organizados dentro do sindicato. Fomos eleitos para isto”, finaliza.

Outro lado

O secretário municipal Segurança Pública, Valério Azambuja declarou que não se pronunciará sobre o assunto e que quem deve responder pelo fato são os envolvidos no ocorrido.

Jornal Midiamax