Geral

Sem merenda completa, creche pede ajuda aos pais para comprar o que falta

Direção pediu aos pais R$ 50 para comprar leite, carne e frango

Midiamax Publicado em 10/03/2015, às 21h03

None
img-20150310-wa0036.jpg

Direção pediu aos pais R$ 50 para comprar leite, carne e frango

Sem receber todos os alimentos da merenda escolar, creche na Rua Charlote, no Aero Rancho, está pedindo aos pais colaboração de R$ 50 para que possam comprar os alimentos que faltam. “Estão faltando alguns itens, leite, carne, frango. Pedimos a colaboração dos pais para complementar as refeições”, explicou a diretora da creche ao Jornal Midiamax.

A creche, que atende cerca de 200 alunos e pertence à ONG Oscar (Organização Social e Comunitária do Aero Rancho), é conveniada com a Prefeitura. A administração municipal ajuda com a entrega de alimentação para a merenda e verba para manutenção do local.

Problema na licitação

De acordo com a diretora, que optou por não se identificar, a Semed (Secretaria Municipal de Educação), através da Suali (Superintendência de Abastecimento Alimentar), realiza a entrega dos alimentos. “Eles alegam que estão com problemas na licitação”.

Sobre a verba, a direção confirma não ter recebido nada, pois ainda não foi assinado o convênio deste ano. “Sempre atrasa, esperamos que desta vez não demore, que saia logo”.

Pais se indignam

Segundo populares, alguns pais estariam indignados com a situação. “É um absurdo. Sabemos do problema, mas não cabe aos pais resolver. Tem mãe que não tem condições de colaborar”, relata uma mãe que afirma já ter colaborado com os R$ 50.

“Tem pai revoltado com isso, a ONG que ajuda está pedindo ajuda?”, questiona outro pai. A diretora declarou à equipe de reportagem que todas as ONGs pedem colaboração aos envolvidos e que “todos os pais têm condições de ajudar sim”.

Outro lado

A equipe de reportagem questionou a assessoria da Prefeitura de Campo Grande, a Semed e a Suali no início da tarde desta terça-feira (10) sobre a situação da creche. Entretanto, até o fechamento da matéria, não obteve resposta de nenhuma das partes.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as informações pelo WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax