Geral

Promotor afirma que Instituto Mirim ainda não entregou lista com nomes de Olarte

Promotor não recebeu lista com possíveis vetos dos 14 associados 

Midiamax Publicado em 10/02/2015, às 19h01

None
mrim.jpg

Promotor não recebeu lista com possíveis vetos dos 14 associados 

Após o prazo de 10 dias para entregar os nomes que devem compor o IMCG (Instituo Mirim de Campo Grande) o promotor de Justiça, Sérgio Harfouche, afirma que ainda não recebeu a lista com os possíveis vetos dos 14 associados ao Mirim, nesta terça-feira (10).

De acordo com Harfouche o prazo encerrou às 17h de ontem (9), mas ele ainda está no aguardo da entrega da lista. Na assembléia realizada na sede do Instituto no dia 30 de Janeiro, ficou definido que os 14 associados teriam dez dias para avaliar os 58 nomes indicados pelo Prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, e entregar também novas indicações por parte deles.

O promotor garantiu que nenhuma lista chegou ao seu gabinete. “Eles podem ter protocolado ontem no Fórum, mas ainda não chegou nada para mim”. Ainda na assembléia do dia 30, ficou definido que os nomes vetados pelos 14 associados deveriam ser enviados ao promotor com uma justificativa e que ele iria avaliar se era o não plausível.

Na ata da assembléia consta ainda que em 30 dias, a conta do dia 30 de Janeiro, seria realizada uma nova assembléia para a reforma do estatuto do Instituto. O promotor garantiu nesta terça-feira que se verificar uma possível batalha política na indicação de novos associados por parte da lista de Olarte e dos 14 associados que são da administração do ex-prefeito Alcides Bernal, outras providencias serão tomadas.

“Se eu perceber que isso está acontecendo vou interditar o instituto, mas isso é um plano B. Espero que tudo ocorra da melhor forma, pois os principais interessados são os jovens atendidos pelo Mirim”.

Mirim

O Jornal Midiamax entrou em contato com a assessoria do Instituto para saber se a lista foi ou não entregue, mas até o fechamento desta matéria não teve resposta. Deste a tarde de ontem a reportagem entrou em contato com a assessoria. 

Jornal Midiamax