Geral

Prefeitura retoma obras no Parque Linear do Bálsamo em Campo Grande

A Prefeitura conseguiu destravar algumas desapropriações

Diego Alves Publicado em 20/05/2015, às 23h48 - Atualizado em 26/04/2018, às 17h55

None
balsamo.jpg

A Prefeitura conseguiu destravar algumas desapropriações

A Prefeitura conseguiu destravar algumas desapropriações e com isto nesta semana foram retomadas as obras do Parque Linear do Bálsamo no prolongamento da Avenida Rita Vieira e da Rua Vitor Meireles. Serão aplicados aproximadamente R$ 3 milhões para desapropriação de 79 imóveis, incluindo os localizados na região do Bairro Colibri, que corresponde ao trecho do parque e da avenida marginal projetada para ligar a Avenida Gury Marques e a Avenida Guaicurus. Já houve o reassentamento no Residencial José Macksoud, nas Moreninhas, de 116 das 129 famílias que ocupavam áreas no trajeto. 

As equipes da empreiteira responsável pela obra estão trabalhando para concluir o aterro sobre as galerias celulares construídas no Córrego Balsamo na travessia dos trilhos da ferrovia. A construção destas galerias se arrastou por mais de um ano, porque dependem do aval da América Latina Logísica(operadora da ferrovia) e da Agência Nacional de Transporte Terrestre.A conclusão deste serviço permitirá terminar o prolongamento da Rua Victor Meireles até a Avenida Três Barras o que dará acesso ao trecho até o macro anel rodoviário,concluído em 2012.  

Na outra frente de serviço, a empreiteira começou a limpeza na Avenida Rita Vieira que será prolongada até a Avenida Guaicurus. Neste trecho,próximo a esquina com a Rua Mariza Andrade Ribeiro, a adutora do Lajeado será remanejada da lateral da via para o centro do futuro canteiro central. A Águas Guariroba já adquiriu e deixou estocados nas proximidades, os 725 metros de cano de 600 milímetros que serão utilizados.

A retomada da obra foi retardada por causa do processo de desapropriação de faixas de alguns terrenos que ficavam no traçado da nova avenida e o reassentamento de famílias que ocupavam áreas públicas. Das 22 famílias do Jardim Perpétuo Socorro, 17 receberam casa e se mudaram para as Moreninhas, enquanto 5, ainda não foram remanejadas porque não entregaram toda documentação na Caixa Econômica Federal. No Jardim Itamaracá, 29 das 33 famílias estão na casa nova.

O projeto Balsamo

O Parque Linear do Balsamo prevê investimento de R$ 55,1 milhões e deste total, já houve aplicação de R$ 19 milhões. Quando tiver concluído, haverá uma ligação viária de seis quilômetros entre o anel rodoviário (no Jardim Itamaracá) e o Conjunto Cohab, na rua dos Gonçalves, passando pela avenida Guaicurus, perto do Museu José Antonio Pereira.

Já está pronto o trecho entre o anel rodoviário e a avenida Três Barras. Faltam menos de dois quilômetros para ser concluído o prolongamento da avenida Rita Vieira (a partir da rua Marisa Trindade) até a avenida Guaicurus, na altura do Jardim Itamaracá.
O Projeto Balsamo, além de abrir caminho para a urbanização de uma região  que ainda é um vazio urbano da cidade, vai criar alternativas de acesso viário  aos bairros no entorno da Guaicurus, desafogado principalmente a Avenida Três Barras.  A Avenida Rita Vieira, que começa na Avenida Interlagos (em frente do Rádio Clube Campo), se estenderá até a Avenida Guaicurs. A Rua Vitor  Meirelle, vai ligar o macro anel a Avenida Gury Marques e a estação rodoviária.

Jornal Midiamax