Geral

Prefeitura de Rio Verde decreta luto por morte de família carbonizada na BR-163

O casal morto no acidente trabalhava para a prefeitura da cidade

Diego Alves Publicado em 27/04/2015, às 02h30 - Atualizado em 26/04/2018, às 18h00

None
br.jpg

O casal morto no acidente trabalhava para a prefeitura da cidade

A prefeitura de Rio Verde de Mato Grosso, 200 quilômetros de Campo Grande, decretou luto oficial por três dias, por conta do acidente na BR-163 na tarde deste domingo (26), que vitimou uma família da cidade. Cleiton Andres e sua esposa Juliana Souza e os dois filhos do casal, Heitor e Heloisa morreram carbonizados, por conta de uma colisão frontal no Km 514 em Jaraguari, 42 quilômetros de Campo Grande.

Advogado, Cleiton era procurador da prefeitura e Juliana assessora de turismo da cidade. De acordo com o prefeito Mario Kruger, haverá um culto ecumênico na manhã desta segunda-feira (27), na igreja matriz da cidade onde serão velados os corpos das vítimas.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente teria ocorrido por causa de uma ultrapassagem forçada. Com o impacto, o veículo Lifan X-60 onde estava a família, que trafegava no sentido Campo Grande – Jaraguari pegou fogo. 

O motorista do Voyage que também se envolveu no acidente estava sozinho no carro. Ele que transitava no sentido contrário ficou preso nas ferragens e também morreu no local. 

Jornal Midiamax