Geral

Mirim impugna nomes indicados pela Prefeitura e decisão fica com MPE

Promotor não soube informar quantos nomes foram impugnados 

Midiamax Publicado em 24/02/2015, às 15h10

None
segio_harfouche.jpg

Promotor não soube informar quantos nomes foram impugnados 

O promotor de Justiça, Sérgio Harfouche, disse nesta segunda-feira (23) que o Instituto Mirim entregou de última hora a lista com 58 os nomes que o prefeito Gilmar Olarte (PP) indicou e com a lista de indicados dos 14 associados. De acordo com Harfouche, alguns nomes foram impugnados pelos atuais associados.

“Eu não sei dizer quantos, mas estou avaliando. Eles alegaram que os endereços de algumas pessoas não conferiam e os documentos também”.

Segundo Harfouche, o MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) já notificou a Prefeitura sobre as impugnações e recebeu hoje a justificativa. “Agora é comigo, eu vou avaliar o que os dois lados disseram e ver se mantenho ou não as impugnações”.

O promotor não soube informar quantos foram indicados pelos associados do instituto, que são aliados ao ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal. Harfouche disse ainda que se ambos os lados não convocarem uma nova assembleia para discutir o estatuto da organização, ele mesmo convoca.

Instituto Mirim

A assessoria do Instituto disse que só vai se manifestar após a decisão do MPE. De acordo com assessoria, a diretoria prefere não dizer quantos nomes foram impugnados e nem quantos foram indicados, uma vez que ainda depende da aprovação do promotor.

Entenda o caso

No dia 30 de janeiro foi realizada uma assembleia e firmado um acordo entre o Instituto Mirim e a Prefeitura de Campo Grande. A instituição estava sem receber ajuda da Prefeitura e para que o repasse voltasse a ser feito o instituto tinha que aceitar novos associados por parte de Olarte.

Com o corte no repasse a Prefeitura ficou devendo para a instituição cerca de R$ 954 mil, divida essa que foi quitada no dia 30 de janeiro, durante a assembleia. Outro impasse que ainda deve ser resolvido é o estatuto da instituição.

Em ata ficou acordado que contando a partir do dia 30 de janeiro, em 30 dias teria uma nova assembleia com os atuais e novos associados para fazer a mudança no estatuto, prazo esse que se expira no dia 2 de março (segunda-feira). 

Jornal Midiamax