Geral

Médicos querem receber R$ 11,6 mil por 20 horas e não descartam greve

Médicos da rede municipal marcaram assembleia

Diego Alves Publicado em 28/04/2015, às 23h54

None
almeida.jpg

Médicos da rede municipal marcaram assembleia

Médicos concursados e convocados da Sesau (Secretaria de Saúde de Campo Grande), farão uma assembleia a partir das 19 horas desta quarta-feira (28), na sede do SinMed-MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul) localizada na Rua Eduardo Santos Pereira.

De acordo com o sindicato, desde o começo do ano, foi enviada a proposta de reivindicações e reajuste, porém até o momento, os médicos não receberam a contraproposta. A data-base da categoria é no próximo dia 1º de maio.

A proposta dos médicos é de R$ R$ 11.675,94 para 20 horas semanais de trabalho, atendendo o que preconiza a Fenam (Federação Nacional dos Médicos). De acordo com o presidente do SinMed, Valdir Shigueiro Siroma, o valor é calculado com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No ano passado o índice acumulado foi de 6,23%. Médicos recebem em torno de R$ 2.580,00, além dos adicionais que podem ultrapassar os R$ 4 mil. 

A Rede Municipal de Saúde conta com 706 médicos concursados e 688 convocados, totalizando 1.374 profissionais. A equipe de reportagem do Jornal Midiamax tentou mas não conseguiu contato com o chefe da Sesau, Jamal Salem. 

Jornal Midiamax