Geral

Com reajuste, salário dos desembargadores de Mato Grosso do Sul sobe para R$ 30 mil

Reajuste ocorreu por causa do aumento do subsídio dos ministros do STF

Midiamax Publicado em 15/01/2015, às 20h38

None

Reajuste ocorreu por causa do aumento do subsídio dos ministros do STF

O TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) reajustou o salário de 29 desembargadores da Corte, conforme resolução nº 588, publicada nesta quinta-feira (15), no Diário da Justiça.  Com isso, a partir deste ano, os magistrados vão receber R$ 30.471,11. Até então o subsídio dos desembargadores era R$ 26.589,68.

Por tabela, a alteração também refletiria no maior cargo político do Estado, o de governador, segundo a Lei 4.600 de 11 de dezembro de 2014. Mas, o atual líder do Executivo, Reinaldo Azambuja (PSDB), decidiu cortar sua remuneração e receberá somente a metade, cerca de R$ 15 mil. A vice-governadora e o secretários de Estado, segundo a norma, devem receber 80% do valor do subsídio do governador.

Toda a mudança nas remunerações e subsídio deve-se ao aumento dado pela presidente da República, Dilma Rousseff (PT) aos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). Nesta semana Dilma sancionou duas leis que reajustaram o salário dos ministros, que agora, a partir de 2015 receberão R$ 33,7 mil. A remuneração do STF é o teto do funcionalismo e por isto reflete no subsídio dos integrantes de outros cargos do Estado e do funcionalismo federal.

Jornal Midiamax