Geral

Winck volta a ser artilheiro do Inter, mas não quer abandonar a lateral

Cláudio Winck marcou, contra o Esportivo, seu quinto gol em 2014. E assim, voltou a liderar a lista de artilheiros do Internacional no ano. Apesar da clara votação ofensiva, o jovem reiterou que não pretende abandonar a lateral direita. “Minha ideia é ser lateral, é uma posição carente. Sou bastante ofensivo, mas estou tentando melhorar […]

Arquivo Publicado em 01/03/2014, às 15h47

None

Cláudio Winck marcou, contra o Esportivo, seu quinto gol em 2014. E assim, voltou a liderar a lista de artilheiros do Internacional no ano. Apesar da clara votação ofensiva, o jovem reiterou que não pretende abandonar a lateral direita.


“Minha ideia é ser lateral, é uma posição carente. Sou bastante ofensivo, mas estou tentando melhorar a parte defensiva”, disse.


Winck marcou contra o Esportivo de cabeça. Antes, ele já havia marcado pelo alto também. Ao todo, são três bolas na rede pelo Gauchão e duas pela Recopa Gaúcha – vencida pelo Pelotas antes do começo do estadual.


Promessa das categorias de base do Inter, Cláudio Winck foi efetivado no grupo principal neste ano. Com Abel Braga está recebendo chances apenas na ausência de Gilberto. Mas as boas atuações deixam a disputa pela vaga no time bem equilibrada.


“O ano passado foi de adaptação, subi da base e era tudo diferente no time principal. Agora comecei do zero e comecei bem. Espero continuar assim. Vou brigar pelo meu espaço”, comentou.


Aos 19 anos, Cláudio Winck já disputou 16 partidas pelo time principal do Colorado. Na temporada passada, chegou a ganhar espaço na reta final do Brasileirão. Mas se lesionou logo após um cruzamento e voltou a ficar de fora da equipe então dirigida por Clemer.

Jornal Midiamax