Geral

Vigilante baleado em assalto a posto de combustível segue em estado grave

O vigilante Nivaldo José da Silva, de 52 anos, permanece internado em estado grave na Santa Casa de Campo Grande, após ter sido baleado em uma tentativa de roubo, há 44 dias, em Campo Grande. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, Nivaldo permanece na (UTI) Unidade de Terapia Intensiva do hospital. Assalto […]

Arquivo Publicado em 09/06/2014, às 18h16

None
1430795940.jpg

O vigilante Nivaldo José da Silva, de 52 anos, permanece internado em estado grave na Santa Casa de Campo Grande, após ter sido baleado em uma tentativa de roubo, há 44 dias, em Campo Grande.


De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, Nivaldo permanece na (UTI) Unidade de Terapia Intensiva do hospital.


Assalto


Nivaldo foi baleado na noite do dia 26 de abril em um posto de combustíveis na Rua Eduardo Santos Pereira. Um homem entrou na conveniência do posto, pegou uma bebida e ao chegar ao caixa sacou uma arma e anunciou o assalto. O vigilante viu a cena e entrou no local e partiu para luta com o criminoso.


Durante a briga um disparo foi efetuado e acabou atingindo o vigilante. Pelo menos três pessoas foram responsabilizadas pela tentativa de roubo. Eles foram identificados como Brenno Menezes Dias, de 23 anos, Clayton Pereira Arantes, de 35 anos, e um adolescente de 16 anos. A investigação chegou até a autoria da tentativa de latrocínio, roubo seguido de morte, por conta das imagens do circuito de segurança do posto de combustíveis.

Jornal Midiamax