Geral

Van Gaal reclama da visão do banco do Beira-Rio: “Preciso de banquinho

Em meio à boa fase da Holanda, a expressão fechada de Louis van Gaal chamou a atenção da imprensa durante o treino de reconhecimento do gramado do Beira-Rio, no sábado. Enquanto os jogadores sorriam em campo, à beira dele o técnico estava sério, reclamando sem parar com um oficial da Fifa. O motivo? O banco […]

Arquivo Publicado em 18/06/2014, às 14h19

None
2103771774.jpg

Em meio à boa fase da Holanda, a expressão fechada de Louis van Gaal chamou a atenção da imprensa durante o treino de reconhecimento do gramado do Beira-Rio, no sábado. Enquanto os jogadores sorriam em campo, à beira dele o técnico estava sério, reclamando sem parar com um oficial da Fifa. O motivo? O banco de reservas do estádio onde os holandeses enfrentam a Austrália nesta quarta-feira. Na visão do treinador, um operador de câmera de televisão está posicionado bem à sua frente. E além disso, ainda segundo o comandante, a área destinada a ele, aos auxiliares e aos reservas está num nível muito abaixo do campo, o que o impede de assistir ao jogo sentado, como ele prefere. Ao entrar na sala de entrevistas, uma das primeiras perguntas foi sobre a circunstância de seu aborrecimento. Foi quando se viu a cara amarrada mudar numa espécie de desabafo.

“Estou agradecido por ter feito esta pergunta, o que significa que vai ser divulgado. A chave da questão é o futebol, o técnico é parte do futebol e eu não tenho visão. Porque no meio do campo (na linha lateral) há um câmera que tampa minha frente. E comigo todos os técnicos e auxiliares estarão sentados no chão, pois a área está num nível abaixo do campo. Eu sou um técnico que trabalha sentado, não em pé. Então eu terei que fazer assim (moveu-se de um lado para outro) para tentar assistir ao jogo. Preciso de um banquinho de bar para poder ver a partida adequadamente”, criticou.

Questionado se estava confiante de que a Fifa conseguiria providenciar uma solução a menos de 24 horas da partida, o treinador brincou:

“Eu sou um homem de confiança”, disse, já sorridente.

Com Van Gaal no banco, sentado no chão ou em pé na área técnica, a Holanda enfrenta a Austrália às 13h (de Brasília) desta quarta-feira, no Beira-Rio. Líderes do Grupo B com três pontos e quatro gols de saldo, os holandeses poderão garantir antecipadamente uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo se venceram e a Espanha não derrotar o Chile no mesmo dia.

Jornal Midiamax