Geral

Um mês após morte de acadêmica no pátio, Uniderp implanta serviço de urgência

Aproximadamente um mês após a trágica morte de acadêmica Alana de arquitetura dentro da Uniderp, a universidade ganhou serviço da empresa Quali Salva e até uma “motolância”. Via Facebook, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da universidade publicou nota nesta terça-feira (15) explicando quais são os serviços disponibilizados pela empresa Quali Salva. Segundo a nota, o […]

Arquivo Publicado em 15/04/2014, às 20h12

None

Aproximadamente um mês após a trágica morte de acadêmica Alana de arquitetura dentro da Uniderp, a universidade ganhou serviço da empresa Quali Salva e até uma “motolância”. Via Facebook, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da universidade publicou nota nesta terça-feira (15) explicando quais são os serviços disponibilizados pela empresa Quali Salva.

Segundo a nota, o DCE conversou com Herbert Quaresma, diretor responsável pelo serviço prestado pelo Quali Salva dentro da universidade. O diretor explicou ao Diretório a necessidade de uma “motolância” e enfermeiro dentro da universidade, para facilitar a circulação em todos os ambientes. Para ocorrência mais grave, há ambulância que terá a Uniderp como prioridade.

A nota revela ainda que dentro do centro médico estão disponíveis vários recursos para os primeiros atendimentos como: suporte para trauma; cardioversores; cadeira de rodas; prancha de imobilização; colares cervicais, etc. O Centro Médico, que está com sede provisória, fica aberto das 7h às 11:30h e das 18:30h às 22:30h.

Os pedidos do DCE junto à reitoria para que providências sejam tomadas em prol da saúde dos acadêmicos surgiram após o caso de Alana, que teve convulsões no corredor do bloco IV e não recebeu socorro, falecendo dentro do pátio da faculdade.

O curso de medicina demorou meia hora para sair de um bloco para o outro, dentro da mesma universidade. Já a equipes do Samu chegaram ao local após quarenta minutos. Ao chegar ao local, tentaram reanimar a jovem, porém foi constatada a morte.

Jornal Midiamax