A Polícia Militar foi acionada por um comerciante, que tinha recebido notas falsas dos adolescentes. Conversando com outras pessoas da região, foi constatado que os garotos tinham passado aproximadamente R$ 200 em dinheiro falsificado.

Em rondas, os policiais conseguiram localizar os adolescentes, de acordo com as características passadas pelos comerciantes. Eles usaram o dinheiro em um supermercado e em outras lojas menores da região.

O trio foi apreendido e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da região central de Campo Grande.