Geral

Traficante que planejava matar juiz Odilon é extraditado e vem para o Presídio Federal

O traficante brasileiro Nilton Cezar Antunes Veron, de 56 anos, apontado como membro de uma das maiores organizações criminosas do Brasil e que teria planejado matar o juiz federal Odilon de Oliveira, foi extraditado ao Brasil, de acordo com comunicado da Procuradoria do Paraguai, onde estava preso. De acordo com a Polícia Federal, o traficante […]

Arquivo Publicado em 24/02/2014, às 20h12

None
1012061605.jpg

O traficante brasileiro Nilton Cezar Antunes Veron, de 56 anos, apontado como membro de uma das maiores organizações criminosas do Brasil e que teria planejado matar o juiz federal Odilon de Oliveira, foi extraditado ao Brasil, de acordo com comunicado da Procuradoria do Paraguai, onde estava preso. De acordo com a Polícia Federal, o traficante está preso no Presídio Federal de Campo Grande.

Nilton cumpriu pena no Paraguai após ser processado por tráfico em 2008. Ainda de acordo com a Procuradoria, Veron foi detido em 2005 com mais de 100 quilos de cocaína e em março de 2009 fugiu de uma prisão em Assunção, mas foi recapturado dias depois.

O traficante retornou neste domingo (23) a Campo Grande em um voo comercial acompanhado de policiais federais brasileiros.

O traficante detido há uma semana na Ciudad del Este Ênio Santos de Souza seria o suposto braço direito de um dos maiores chefes do tráfico “brasiguaio”, Jarvis Chimenes Pavão, que está preso em Assunção, segundo a Secretária Nacional Antidrogas (Senad).

“Tchê Louco”, como é conhecido supostamente comandava em Ciudad Del, operações por território paraguaio de tráfico de cocaína procedente da Bolívia com destino Rio Grande do Sul.

Jornal Midiamax