Geral

Técnico afirma que Anderson Silva disse “eu estarei de volta” após cirurgia

O ex-lutador de MMA Pedro Rizzo afirmou que Anderson Silva cravou logo após a cirurgia que estará de volta ao octógono depois da recuperação da lesão que sofreu na perna esquerda no combate contra o norte-americano Chris Weidman, no UFC 168. Rizzo é um dos técnicos do Spider desde 2011 e esteve com o lutador […]

Arquivo Publicado em 05/01/2014, às 13h27

None

O ex-lutador de MMA Pedro Rizzo afirmou que Anderson Silva cravou logo após a cirurgia que estará de volta ao octógono depois da recuperação da lesão que sofreu na perna esquerda no combate contra o norte-americano Chris Weidman, no UFC 168.


Rizzo é um dos técnicos do Spider desde 2011 e esteve com o lutador durante sua preparação para a luta e também até a saída do hospital de Las Vegas. “No hospital, o Anderson me falou ´eu vou voltar, chefe. Eu vou voltar´”, disse Rizzo, ao site MMA Fighting.


“Eu falei pra ele, ´sim, você vai voltar pra casa e descansar´. Mas ele disse ´eu vou voltar´. Ele é um lutador. Terá seis meses para se recuperar e depois decidir o que quer fazer”, continuou.


Segundo Steven Sanders, cirurgião responsável pela cirurgia de Anderson, o lutador chegou a perguntar ainda no hospital sobre quando poderia voltar a treinar.


O impacto do chute bloqueado por Weidman gerou fraturas na tíbia e fíbula da perna esquerda. Uma haste de titânio foi colocada na tíbia e a recuperação para que ele possa treinar normalmente deve durar de seis a nove meses.


Rizzo não quis opinar se acredita na possibilidade de Anderson realmente voltar a lutar, mas disse que estará à disposição para treiná-lo caso essa seja a decisão.


“Ele tem tudo para voltar a lutar, se quiser. Tem uma boa cabeça para lidar com pressão. É ele quem decide. Ele quebrou a perna e tem muitas coisas para decidir agora. Não tem que provar nada a mais ninguém dentro do octógono. Mas se ele decidir voltar a lutar, nós estaremos lá para apoiá-lo”, falou.

Jornal Midiamax