Geral

Sochi 2014: estrela russa se desculpa por tweet racista sobre Obama

A ex-patinadora artística Irina Rodnina, tricampeã olímpica que foi uma das lendas do esporte russo que acenderam a chama olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos de Inverno de Sochi 2014, pediu desculpas por um tweet racista sobre o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. A mensagem havia aparecido em seu perfil há cinco meses. […]

Arquivo Publicado em 11/02/2014, às 14h01

None
426830080.jpg

A ex-patinadora artística Irina Rodnina, tricampeã olímpica que foi uma das lendas do esporte russo que acenderam a chama olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos de Inverno de Sochi 2014, pediu desculpas por um tweet racista sobre o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. A mensagem havia aparecido em seu perfil há cinco meses.


Em setembro, a ex-atleta de 64 anos publicou uma imagem em seu Twitter pessoal que mostrava Obama com uma banana, incluída por meio de tratamento digital da foto. Segundo ela, porém, sua conta foi invadida.


Rodnina declarou que “respeita a família Obama” e pede desculpas por “não deixar claro antes que não apoio a foto nem o racismo de qualquer forma”. Na ocasião, ela apagou a foto de seu perfil, mas se recusou a pedir desculpas, afirmando que foram amigos americanos que enviaram a imagem.


O embaixador americano Michael McFaul escreveu no Twitter que Rodnina havia tido “um comportamento revoltante que envergonhou seu governo e seu país”. O presidente do Comitê Organizador de Sochi, Dmitriy Chernyshenko, defendeu a ex-patinadora afirmando que “a Olimpíada não envolve política” e que Rodnina é “uma das atletas mais respeitadas no mundo olímpico”.

Jornal Midiamax