Sertanejos respondem ao desafio do balde de gelo com ‘duelo da paçoca’ criado em MS

A dupla sertaneja Munhoz e Mariano aceitou o desafio da paçoca em resposta ao desafio do balde de gelo. Com toda a disposição colocaram duas paçocas na boca e cantaram o sucesso “Camaro Amarelo”. Além dos risos de quem assiste aos vídeos, o objetivo principal é ajudar a instituição Juliano Varela para angariar fundos para […]
| 22/08/2014
- 20:40
Sertanejos respondem ao desafio do balde de gelo com ‘duelo da paçoca’ criado em MS

A dupla sertaneja Munhoz e Mariano aceitou o desafio da paçoca em resposta ao desafio do balde de gelo. Com toda a disposição colocaram duas paçocas na boca e cantaram o sucesso “Camaro Amarelo”. Além dos risos de quem assiste aos vídeos, o objetivo principal é ajudar a instituição Juliano Varela para angariar fundos para construção da nova sede.

A ideia surgiu da diretora da Revista Negócios MS, Sabrina Nakao, que ao acompanhar a repercussão do desafio do balde de gelo pensou em uma competição tipicamente brasileira. Daí a paçoca e a dupla sertaneja. “É o primeiro desafio brasileiro que nasceu em Mato Grosso do Sul, com dupla sertaneja e o doce que é nosso”, explicou.

Cada um que aceita o desafio deposita R$ 200 na conta da instituição, posta o vídeo cantando com paçoca na boca no Facebook da Editora Toque de Midas – responsável pela revista – e desafia mais três cantores. O recurso será destinado para a construção da nova sede da instituição que cuida de portadores da Síndrome de Down que deve custar R$ 2 milhões.

Munhoz e Mariano deram o pontapé na campanha que iniciou na quinta-feira (21). Durante a visita à instituição, aceitaram o desafio e já gravaram o vídeo com as crianças cantando o sucesso deles “Camaro Amarelo”. Eles desafiaram os cantores sul-mato-grossenses Michel Teló, Luan Santana e João Bosco e Vinícius.

A editora também desafiou outras três duplas: Maria Cecília e Rodolfo, Jorge e Matheus e Fernando e Sorocaba. Primeiro, os desafiados são marcados na página da editora e depois a Sabrina entra em contato com as assessorias para reforçar o convite.

Paçoca

Sabrina explicou que assim como o desafio do balde de gelo foi criado para conscientizar sobre a esclerose lateral amiotrófica cuja sensação física é o “gelo do corpo”, o desafio da paçoca é mostrar a principal dificuldade do portador de Síndrome de Down que é a dificuldade dicção. 

Visita

A dupla foi visitar a instituição depois do pedido dos alunos. Sabrina foi a responsável por fazer a ponte para realizar a vontade. Ela conta que todos os meses, a editora ajuda a promover uma ação social para beneficiar a instituição. Na última, realizada no início do mês, recebeu o pedido.

A diretora entrou em contato com a assessoria da dupla para marcar o encontro que foi confirmado na terça-feira (19). No dia seguinte Sabrina teve a ideia que começou a valer na quinta-feira (21) com a dupla durante a visita.  

Sede

Para a construção da nova sede do Juliano Varela serão necessários R$ 2 milhões, segundo estimativas. Até o momento, com as ações sociais, a instituição conseguiu arrecadar R$ 200 mil, ou seja, 10% do total.

Últimas notícias