Geral

Sem metrô, SP suspende rodízio e cria linhas especiais

Com a decisão da assembleia dos metroviários de parar as operações nas linhas do Metrô de São Paulo a partir da meia-noite, a SPTrans informou que acionará o Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese) nesta quinta-feira. As linhas que operam com destino às estações de metrô serão estendidas e […]

Arquivo Publicado em 05/06/2014, às 12h43

None

Com a decisão da assembleia dos metroviários de parar as operações nas linhas do Metrô de São Paulo a partir da meia-noite, a SPTrans informou que acionará o Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese) nesta quinta-feira. As linhas que operam com destino às estações de metrô serão estendidas e também haverá reforço de frota, com a criação de três linhas especiais para atender os passageiros da Linha 3-Vermelha, na zona leste.


Apenas a Linha 4-Amarela operará normalmente, segundo a ViaQuatro, concessionária privada que opera o trecho. “A oferta de trens será dimensionada conforme a demanda de passageiros ao longo do dia. Caso seja necessário, a linha vai operar com a frota plena de 14 trens”, disse em nota.


A SPTrans solicitou à Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (Emtu) que estenda os itinerários de suas linhas intermunicipais que operam nas zonas norte, Sul, leste e oeste até a região central. A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) também adotará no início da operação comercial – às 4h – uma série de medidas para atender ao possível aumento da demanda.

Jornal Midiamax