Geral

Segundo Jacini, MS reduziu criminalidade e tem resolução de homicídios a frente dos EUA

Durante a reunião bimestral de metas da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul (Sejusp), que ocorreu na última sexta-feira (21), Wantuir Jacini valorizou os números alcançados no Estado em 2012 e 2013. O secretário afirmou na Academia de Polícia Civil (Acadepol), local do evento, que a criminalidade diminuiu […]

Arquivo Publicado em 22/02/2014, às 23h05

None
685561537.jpg

Durante a reunião bimestral de metas da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul (Sejusp), que ocorreu na última sexta-feira (21), Wantuir Jacini valorizou os números alcançados no Estado em 2012 e 2013. O secretário afirmou na Academia de Polícia Civil (Acadepol), local do evento, que a criminalidade diminuiu em número, e também na resolução de homicídios. Ele afirmou que a estatística local é superior a várias regiões do Brasil, melhor até que a média atingida nos Estados Unidos.


“O Estado cumpriu a meta estabelecida que é de 6 a 8% e nós conseguimos reduzir de forma significativa a violência e a criminalidade tanto na Capital, como no interior do Estado. Quando o assunto é resolução de homicídios o Estado está não só a frente dos outros estados brasileiros, onde a média de elucidações é inferior a 30%, mas de países desenvolvidos como o Estados Unidos”, disse Jacini que informou a taxa de esclarecimento norte-americana em 65%.


Mato Grosso do Sul é um dos estados brasileiros que mais esclarece crimes, de acordo com dados do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). No ano passado dos 505 crimes contra a vida cometidos no Estado, 342 foram esclarecidos e 135 acusados foram presos ou apreendidos em flagrante. Um índice de elucidação de 67,7%. Em Campo Grande o esclarecimento de crimes é ainda maior e chega a 68,5%.


Um total de 17.862 pessoas foram presas em Mato Grosso do Sul em 2013, sendo 11.376 maiores presos em flagrante e 821 menores apreendidos em flagrante, 5.284 porque possuíam em aberto mandado de prisão expedido pela justiça e 381 menores foram apreendidos por determinação judicial.


Na Capital foram 7.044 prisões, 4.070 maiores presos e 315 menores apreendidos em flagrante, 2.483 por mandado de prisão e 176 adolescentes por força de mandado de busca e apreensão. Em 2012 o total de prisões em Mato Grosso do Sul foi de 16.233 e na Capital de 6.710.


Crimes contra a vida


Conforme os números apresentados na manhã desta sexta-feira, os crimes com resultado morte, por exemplo, nos quais estão incluídos homicídios dolosos, homicídios culposos no trânsito, lesão corporal seguida de morte e roubo seguido de morte tiveram redução significativa no último ano. Em todo o Estado no ano de 2012 foram registrados 1.054 crimes com resultado morte, tendo esse número caído para 937 em 2013, uma redução de 11,1%.


Em Campo Grande essa redução foi ainda maior e atingiu 16,5%. Em 2012 a Capital registrou 242 crimes com resultado morte, tendo o número caído para 202 em 2013. “Claro que o que o nosso desejo seria zero de violência, mas os números reduziram significativamente, graças ao trabalho das polícias, aos investimentos em segurança e pessoal e temos que comemorar”, enfatiza o secretário.


Jornal Midiamax