Geral

Ronaldo e Andres Sanchez brigam feio em camarote de São Paulo

Ronaldo Fenômeno e Andres Sanchez sempre foram grandes amigos, desde o instante em que o ex-presidente se empenhou em levar o agora ex-jogador para o Corinthians, em dezembro de 2008. Dois grandes parceiros, inclusive, fora do campo, pelo menos até a madrugada do último sábado para domingo. Quem esteve no mesmo camarote de uma cervejaria, […]

Arquivo Publicado em 03/03/2014, às 21h56

None

Ronaldo Fenômeno e Andres Sanchez sempre foram grandes amigos, desde o instante em que o ex-presidente se empenhou em levar o agora ex-jogador para o Corinthians, em dezembro de 2008.

Dois grandes parceiros, inclusive, fora do campo, pelo menos até a madrugada do último sábado para domingo.

Quem esteve no mesmo camarote de uma cervejaria, depois do desfile da Gaviões da Fiel, em São Paulo, acompanhou uma briga muito forte entre eles, onde foi necessária, inclusive, a intervenção da turma do deixa disso.

Com a temperatura bem elevada, Andrés criticou a postura de Ronaldo, por ele ter se colocado ao lado da atual direção da CBF. Traíra, dizem, foi a mais suave das palavras empregadas no calor das discussões.

Ronaldo, o tempo todo, afirmava que quem havia mudado de lado era ele, Andrés, inclusive no caso do Corinthians e do seu atual presidente, Mário Gobbi.

E assim foi indo, até o momento que as demais pessoas foram obrigadas a separar para evitar algo pior. O assunto é o mais comentado desde então nos bastidores do clube.

Tanto Ronaldo, quando Andres Sanchez negam que tenham brigado. “Não é verdade que eu tenha discutido com Andrés no camarote. Alias, não discuti com ele e nem com ninguém”, escreveu Ronaldo, no Twitter.

Via assessoria, Andrés Sanchez afirmou ao UOL Esporte que não foi ao camarote Brahma após o desfile da Gaviões da Fiel, e que não falou com Ronaldo após o desfile. Sanchez, de fato, não foi visto na área social da cervejaria. O ex-dirigente diz que passou o resto da madrugada no camarote da prefeitura de São Paulo.

Jornal Midiamax