Em nota oficial, o PSD afirmou que foi procurado pelo PSDB para aliar na pré-candidatura ao Governo do Estado do deputado federal Reinaldo Azambuja. Porém, em reunião com líderes do partido, foi decidido que só será feita aliança com qualquer partido caso haja espaço para vice-governador ou ao Senado.

O PSD também já foi procurado pelo PMDB e pelo PT, mas a decisão quanto aos cargos foi tomada em reunião nesta semana com o secretario nacional da legenda, Saulo Queiroz, em Campo Grande.

Além da participação em chapa majoritária, o partido também quer coligações que possibilite vantajosas chapas proporcionais. Ao lado do PP, o PSD é hoje a quarta maior bancada na Câmara dos Deputados com 41 cadeiras.

“Não temos nada fechado ainda com nenhum partido e vamos colocar quais são as nossas posições, temos clareza e noção de nossa força e até o mês que vem devemos reunir novamente para definir sobre a questão ”, disse Antonio João, presidente regional do PSD.

A reunião com Reinaldo Azambuja está prevista para este domingo, segundo o presidente.