Geral

‘Proíbam esse monstro’, diz The Times sobre Suárez

“Proíbam esse monstro”, estampou em sua capa o jornal The Times, da Inglaterra, criticando duramente o atacante uruguaio Luis Suárez pela mordida em Giorgio Chiellini, na partida de ontem (24), entre Itália e Uruguai. Ainda de acordo com o jornal, o fato “colocou em risco” o sonho de Suarez de atuar no futebol espanhol, já […]

Arquivo Publicado em 25/06/2014, às 14h30

None

“Proíbam esse monstro”, estampou em sua capa o jornal The Times, da Inglaterra, criticando duramente o atacante uruguaio Luis Suárez pela mordida em Giorgio Chiellini, na partida de ontem (24), entre Itália e Uruguai.


Ainda de acordo com o jornal, o fato “colocou em risco” o sonho de Suarez de atuar no futebol espanhol, já que os clubes do Real Madrid e do Barcelona “devem decidir agora se contratam ou não um jogador problemático”. O periódico ainda postou uma foto das marcas da mordida do atacante em Chiellini. Já o The Sun colocou como título “Um Suárez animal enfrenta dois anos de proibição para jogar”, incitando uma punição muito grande da Fifa.


O Daily Mail noticiou que o Liverpool, atual clube do uruguaio, fará uma reunião de emergência sobre o fato ocorrido ontem. O comitê diretor dos Reds falará com o treinador da equipe, Brendan Rodgers, através de uma teleconferência Londres-Rio de Janeiro. O jornal ainda escreveu que o “novo incidente lamentável de Suárez ocorre 24 horas depois dele dizer que foi vítima da imprensa inglesa, justificando que os dois gols que marcou pelo Uruguai contra a Inglaterra foi uma suposta revanche por ser maltratado pelos veículos de comunicação. Quão oca e patética é essa posição tendo em conta o ocorrido de ontem. Suárez está agora sem defesa, sem nenhum suposto complô que lhe sirva de desculpas. Um jogador maravilhoso mas com uma personalidade defeituosa, que mais uma vez cruzou a linha do aceitável”. O periódico continuou atacando Suárez dizendo que “dentro da mente brilhante” dele “há um cérebro que simplesmente não vai mudar”. Já o Telegraph escreveu que “pela terceira vez em sua carreira, Suárez recebeu uma multa por morder um jogador. Três vezes: isso não é um infortúnio, é um padrão de comportamento. É uma doença”. Para o The Independent, o atacante uruguaio “é um reincidente” com “claros problemas psicológicos”.

Jornal Midiamax