Geral

Príncipe Felipe diz que servirá à Espanha como nação “unida e diversa”

O Príncipe Felipe, que será proclamado rei Felipe VI neste mês, manifestou nesta quarta-feira “empenho e convicção” de dedicar todas suas forças à “fascinante tarefa de continuar servindo aos espanhóis” e à “querida Espanha”, “uma nação, uma comunidade social e política unida e diversa”. “Em períodos de dificuldade como os que atravessamos”, a experiência de […]

Arquivo Publicado em 04/06/2014, às 10h49

None
578341518.jpg

O Príncipe Felipe, que será proclamado rei Felipe VI neste mês, manifestou nesta quarta-feira “empenho e convicção” de dedicar todas suas forças à “fascinante tarefa de continuar servindo aos espanhóis” e à “querida Espanha”, “uma nação, uma comunidade social e política unida e diversa”.


“Em períodos de dificuldade como os que atravessamos”, a experiência de tempos passados “nos mostra que só unindo nossos afãs, antepondo o bem comum aos interesses particulares… conseguiremos avançar rumo a cenários melhores”, ressaltou o príncipe durante a entrega do Prêmio Príncipe de Viana ao historiador Tarsicio de Azcona no Mosteiro de San Salvador de Leyre (norte).


Felipe de Bourbon, acompanhado da princesa Letizia, mencionou expressamente o fato de que seu pai, o rei Juan Carlos, anunciou na segunda-feira passada sua decisão de “abdicar à Coroa da Espanha e pôr fim ao seu reinado” em suas primeiras palavras após o anúncio.


“Permitam-me, senhoras e senhores – continuou – que, respeitando o procedimento parlamentar iniciado, eu reitere meu empenho e minha convicção de dedicar todas minhas forças, com esperança, à apaixonante tarefa de seguir servindo aos espanhóis, a nossa querida Espanha; uma nação, uma comunidade social e política unida e diversa que deita suas raízes em uma história milenar”.


“Esse é o ânimo que todos – responsáveis institucionais, agentes sociais e econômicos, entidades e cidadãos – devemos ter para enfrentar com determinação o futuro e ampliar o campo de esperança que se abre frente a nós”, argumentou.


Antes de pôr fim a um discurso após o que recebeu, visivelmente emocionado, uma ovação de mais de um minuto dos 220 convidados, o príncipe Felipe reafirmou seu pleno compromisso e o de sua família com o futuro de Navarra, região onde realizou o ato, um futuro, ressaltou, no que “também terá seu lugar a próxima Princesa de Viana”.


Se referia assim a Leonor, sua primogênita, que será Herdeira da Coroa após sua proclamação como rei e assumirá nesse momento os títulos de Princesa das Astúrias, de Gerona e de Viana.

Jornal Midiamax