Geral

Polêmica deixa pesos leves do UFC sem desafiante pelo cinturão

Mais uma vez a luta em si acabou sendo eclipsada por um resultado polêmico por pontos no UFC. No combate principal do UFC on FOX 10 no último sábado, em Chicago, o ex-campeão dos leves Benson Henderson derrotou Josh Thomson, por pontos, em uma estranha decisão dividida. Primeiro vamos falar da polêmica. Foi uma luta […]

Arquivo Publicado em 26/01/2014, às 13h58

None
922527282.jpg

Mais uma vez a luta em si acabou sendo eclipsada por um resultado polêmico por pontos no UFC. No combate principal do UFC on FOX 10 no último sábado, em Chicago, o ex-campeão dos leves Benson Henderson derrotou Josh Thomson, por pontos, em uma estranha decisão dividida.


Primeiro vamos falar da polêmica. Foi uma luta apertada, tanto que dois dos juízes deram 3 a 2 para lados opostos. Vi vitória de Thomson, que foi melhor nas quedas e dominou o rival por mais tempo, apesar de ter acertado menos golpes. Mas o que mais assustou foi um dos árbitros de cadeira, o que garantiu a vitória a Bendo, ter dado 4 a 1 para o ex-campeão. Não há mundo possível em que Henderson tenha vencido quatro rounds.


Essa decisão deixou a categoria dos leves com uma situação complicada em relação aos desafiantes pelo título. O campeão Anthony Pettis, ainda se recuperando de uma cirurgia, agora já não tem mais um adversário direto.


Era para ele ter enfrentado Thomson em dezembro se não fosse a lesão, mas agora Josh perdeu o ânimo com essa derrota e fala até em aposentadoria, mesmo que tenha a chance de disputar o cinturão após o revés para Bendo.


“Não sei se aceitaria sem saber se vou ficar muito tempo mais lutando. Quero ficar dentro do meio, treinando ou como comentarista, mas não se vou voltar a lutar. Preciso pensar sobre o assunto”, explicou Thomson, de 35 anos, que também quebrou a mão direita ainda no segundo round da luta.


OK. Que Thomson não aceite a disputa de cinturão e se aposente, temos o seu algoz para disputar o cinturão, certo? Errado! Dana White já avisou que Benson Henderson não terá a chance de enfrentar Anthony Pettis pela terceira vez depois de já ter sido derrotado pelo campeão duas vezes.


“Bendo foi destruído por Pettis na última luta entre eles, assim como na primeira vez. Ele não vez nada que gritasse na minha cara: ‘Oh, ele merece outra chance de disputar o cinturão’. Foi uma luta típica de Benson Henderson. É assim que ele luta. Ele não é um finalizador”, explicou o presidente do Ultimate.


Então aproveito esse post para sugerir uma terceira via para a disputa de cinturão dos leves: Gilbert Melendez. Ele também perdeu de maneira polêmica e apertada para Bendo valendo o título (outra luta em que achei de Henderson perdeu) e agora vez de uma grande vitória sobre Diego Sanchez.

Jornal Midiamax