PM faz blitze em vários pontos da cidade em busca de motociclistas que cometem crimes

A Polícia Militar realizou na tarde desta sexta-feira (1º) uma blitz no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua Pedro Celestino, no Centro de Campo Grande. De acordo com o sargento Ronei, da 5ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) o foco das blitze são os motociclistas, com o objetivo de frear a onda […]
| 02/08/2014
- 00:03
PM faz blitze em vários pontos da cidade em busca de motociclistas que cometem crimes

A Polícia Militar realizou na tarde desta sexta-feira (1º) uma blitz no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua Pedro Celestino, no Centro de Campo Grande. De acordo com o sargento Ronei, da 5ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) o foco das blitze são os motociclistas, com o objetivo de frear a onda de crimes, principalmente roubos, cometidos por pessoas a bordo de motocicletas.

Os militares checam os documentos dos condutores para saber se são habilitados, se o veículo está com os documentos em dia. Além disso, é averiguado se a pessoa tem mandado de prisão em aberto ou se o veículo tem queixa de roubo ou furto. Segundo a PM, no mês passado, durante as abordagens, foram recuperadas pelo menos dez motocicletas e 44 pessoas com mandados de prisão foram conduzidas à delegacia de polícia.

Conforme o sargento, o objetivo da operação realizada nesta tarde é o de prevenir crimes cometidos por bandidos em motocicletas. “A função da PM é preservar e manter a ordem. Estamos abordando motociclistas para inibir a presença de pessoas com armas, drogas e que possam cometer crimes nesta área”, explica Ronei.

Ainda segundo o militar, os policiais fazem as abordagens em determinado ponto, mas a blitz não dura muito tempo no mesmo local. Logo, eles são deslocados para realizar uma nova blitz em outro ponto da região central.

Rotina

As blitze com foco em abordagem de motociclistas e carros suspeitos estão sendo realizadas pela PM em vários pontos da cidade. Na noite da quinta-feira (31), os policiais estiveram na Avenida Noroeste, na Feira da Orla Morena, onde 20 militares fizeram abordagens.

Também foram feitas checagens e o objetivo era o mesmo, prevenir crimes cometidos por pessoas em motocicletas. (Matéria editada às 17h40 para acréscimo de informações)

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias