Geral

PM atira em cachorro de vizinho depois de briga entre cães em Campo Grande

Um policial militar de 38 anos é suspeito de atirar no cachorro de um vizinho, após uma briga entre o cachorro dele e o do vizinho. O caso aconteceu na noite de sábado (15), no bairro Tarsila do Amaral em Campo Grande.  De acordo com o boletim de ocorrência, um homem de 42 anos passeava […]

Arquivo Publicado em 16/02/2014, às 21h09

None

Um policial militar de 38 anos é suspeito de atirar no cachorro de um vizinho, após uma briga entre o cachorro dele e o do vizinho. O caso aconteceu na noite de sábado (15), no bairro Tarsila do Amaral em Campo Grande.  De acordo com o boletim de ocorrência, um homem de 42 anos passeava com dois cachorros na coleira, quando o cachorro do PM teria saído de casa e se aproximado dos animais do vizinho e um dos cães acabou atacando o cachorro do militar.


O policial teria ficado revoltado, ido até a casa do vizinho, invadido o quintal e atirado duas vezes contra um dos cachorros. Conforme o registro, o militar ainda teria falado “Não tenho nada contra você, mas vou matar esse seu cachorro”. Um dos disparos atingiu a pata do animal.


O delegado plantonista e um perito estiveram no local e foram apreendidos dois cartuchos de munição calibre 40. O militar não foi encontrado, pois teria ido buscar tratamento para o cachorro e para ele, pois alega que também foi atacado pelo cachorro quando tentava separar a briga entre os animais.


O caso dói registrado como disparo de arma de fogo, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos e violação de domicilio na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro de Campo Grande.

Jornal Midiamax