Geral

PF desarticula quadrilha que comprava drogas de MS e montava veículos com fundos falsos para tráfico

A Polícia Federal prendeu na quarta-feira (10) quatro pessoas que faziam parte de uma quadrilha de São Paulo, que comprava drogas de Mato Grosso do Sul. As prisões foram decorrentes de uma operação, batizada de ‘Regente’. De acordo com a PF, a operação teve como objetivo, desarticular uma organização criminosa voltada ao tráfico interestadual de […]

Arquivo Publicado em 11/09/2014, às 17h13

None
810757857.jpg

A Polícia Federal prendeu na quarta-feira (10) quatro pessoas que faziam parte de uma quadrilha de São Paulo, que comprava drogas de Mato Grosso do Sul. As prisões foram decorrentes de uma operação, batizada de ‘Regente’.


De acordo com a PF, a operação teve como objetivo, desarticular uma organização criminosa voltada ao tráfico interestadual de cocaína. Uma carreta do grupo foi abordada com 305 quilos de cocaína vindos de Mato Grosso do Sul. O motorista e outras três pessoas foram presas.


Ainda segundo a PF, os agentes cumpriram quatro mandados de busca e apreensão, em Regente Feijó (SP), em duas oficinas mecânicas, na residência de um dos investigados e em uma chácara.
Também foram apreendidas  duas carretas com compartimentos ocultos, dois veículos de passeio e equipamentos que eram utilizados no preparo dos fundos falsos e diversos objetos que demonstram o envolvimento dos suspeitos com o tráfico de drogas.


Investigação


As apurações começaram em julho deste ano e apontaram que um grupo criminoso atuava partir de Regente Feijó, onde montaram uma oficina na qual construíam compartimentos ocultos em carrocerias de carretas, para acondicionamento de drogas. Posteriormente, os veículos de carga eram empregados no envio de carregamentos de cocaína para traficantes que atuam em diversas regiões.


Os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal em Presidente Prudente (SP), onde foram autuados e, na sequencia, encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de Caiuá (SP).

Jornal Midiamax