‘Passada de mão’ em dançarina iniciou confusão com morte de segurança em MS

A Polícia Civil de Bonito – 300 quilômetros de Campo Grande, que já havia informado a prisão de cinco suspeitos de matarem o segurança Júlio Albuquerque de 19 anos, no último domingo (10), divulgou o nome dos presos nesta quinta-feira (14). Um dia antes do crime, um dos autores teria passado a mão em uma […]
| 15/08/2014
- 02:55
‘Passada de mão’ em dançarina iniciou confusão com morte de segurança em MS

A Polícia Civil de Bonito – 300 quilômetros de Campo Grande, que já havia informado a prisão de cinco suspeitos de matarem o segurança Júlio Albuquerque de 19 anos, no último domingo (10), divulgou o nome dos presos nesta quinta-feira (14).

Um dia antes do crime, um dos autores teria passado a mão em uma dançarina numa festa onde a vítima trabalhava como segurança.

Os presos são Claudomiro dos Santos Pereira, 33, Joel dos Santos Pereira, 25, Alesandro dos Santos Pereira, 29, Cláudio Jaques de Oliveira Júnior, 26, e Jonas dos Santos Pereira de 25 anos.

No sábado, de acordo com a polícia, por volta das 4 horas, na festa, Joel teria passado a mão nas partes íntimas de uma das dançarinas do evento. Com isso, iniciou-se uma briga generalizada com amigos e familiares de Joel que estavam em 20 pessoas e agrediram os 8 seguranças.

A Polícia Militar foi acionada, mas os acusados permaneceram em frente do estabelecimento da festa. Na manhã do domingo (10), Joel e seus comparsas chegaram a rondar a residência de alguns dos seguranças. Já no período da tarde, Júlio foi trabalhar na festa automotiva na chácara do Sindicato dos Policiais Civis.

Por volta das 18h40, os cinco suspeitos foram ao sindicato, em dois carros e, imediatamente, desceram e cercaram Júlio que foi agredido e esfaqueado. Um tio do rapaz também foi atingido com uma facada quando tentava evitar a briga. Os cinco vão responder por homicídio e tentativa de homicídio.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias