Geral

Oswaldo admite possibilidade de Damião ser banco no Santos

Há seis jogos sem marcar, Leandro Damião viu a pressão da torcida aumentar após o empate por 0 a 0, contra o Grêmio, na Vila Belmiro, e ouviu vaias ao ser substituído, aos 15min do segundo tempo. Questionado após a partida, o técnico Oswaldo de Oliveira admitiu que, apesar de ter paciência, poderá sacar o […]

Arquivo Publicado em 04/05/2014, às 01h33

None

Há seis jogos sem marcar, Leandro Damião viu a pressão da torcida aumentar após o empate por 0 a 0, contra o Grêmio, na Vila Belmiro, e ouviu vaias ao ser substituído, aos 15min do segundo tempo. Questionado após a partida, o técnico Oswaldo de Oliveira admitiu que, apesar de ter paciência, poderá sacar o camisa 9, e até então titular absoluto, e colocá-lo no banco de reservas.

“Olha, qualquer coisa que acontecer, o treinador jamais vai perder a paciência, é atributo da minha profissão, tenho que ter paciência. Não significa que ele (Leandro Damião) não possa sair da equipe, eu tenho que ir até o limite. Preciso fazer substituições, mas isso não interrompe o trabalho, é um jogador específico, se não estiver produzindo, ele pode ser substituído”, disse o técnico durante sua entrevista coletiva, na Vila Belmiro.

“Nos últimos jogos a gente não tem conseguido fazer com que a bola chegue, mas dando tempo ao tempo ele (Leandro Damião) vai conseguir junto com o progresso de toda a equipe”, amenizou Oswaldo de Oliveira.

Jornal Midiamax