Geral

Obama analisa opções para espionagem telefônica

O governo de Barack Obama está estudando quatro opções para definir a espionagem telefônica da NSA, informa o Wall Street Journal. A opção escolhida da administração do presidente americano estaria perto de ser usada, a partir do dia 28 de março. A primeira proposta sugere que os dados de telefonia fiquem com as empresas de […]

Arquivo Publicado em 26/02/2014, às 13h34

None

O governo de Barack Obama está estudando quatro opções para definir a espionagem telefônica da NSA, informa o Wall Street Journal. A opção escolhida da administração do presidente americano estaria perto de ser usada, a partir do dia 28 de março.


A primeira proposta sugere que os dados de telefonia fiquem com as empresas de telecomunicações americanas, a NSA (agência de segurança nacional) pediria apenas os dados de pessoas envolvidas com o terrorismo; na segunda, outra agência governamental ficaria com os dados; outra opção propõe que os dados devem ser armazenados por outras instituições, sem ser do governo ou empresas de telefonia; por último, o governo terminaria com o programa de armazenamento de dados telefônicos.


Ainda segundo o jornal, não há apoio dos membros da administração para alguma opção. As companhias de telefonia afirmam que não foram procuradas sobre a proposta.

Jornal Midiamax