Geral

MP encontra corpos de 40 bebês em hospital do Rio, mostra jornal

O Ministério Público do Rio de Janeiro encontrou os corpos de 40 bebês no necrotério do Hospital Universitário Pedro Ernesto, ligado à Uerj(Universidade Estadual do Rio de Janeiro), em Vila Isabel, zona norte da capital fluminense. As informações foram reveladas pelo “Fantástico”, da TV Globo, na noite deste domingo (13). Os corpos são de bebês […]

Arquivo Publicado em 14/04/2014, às 21h19

None

O Ministério Público do Rio de Janeiro encontrou os corpos de 40 bebês no necrotério do Hospital Universitário Pedro Ernesto, ligado à Uerj(Universidade Estadual do Rio de Janeiro), em Vila Isabel, zona norte da capital fluminense. As informações foram reveladas pelo “Fantástico”, da TV Globo, na noite deste domingo (13).

Os corpos são de bebês que morreram no hospital e não foram retirados pelos pais para sepultamento. De acordo com a promotora Ana Cristina Huth Macedo, há 15 bebês sem identificação. Alguns corpos, segundo ela, estão no local há mais de quatro anos.

Um dos bebês é de uma usuária de crack. Ele nasceu prematuro, após seis meses de gestação, em junho de 2012, e morreu dois meses depois.

O diretor do hospital, Rodolfo Acatauassú Nunes, disse à reportagem do jornal que a presença dos corpos no necrotério é um “problema social”, já que, de acordo com ele, os familiares das crianças não apareceram para buscá-los e levá-los para o sepultamento.

Ainda segundo o diretor do hospital, não há prazo para o sepultamento dos corpos. Ele disse que há a expectativa de que familiares busquem os corpos mesmo anos após as mortes.

A promotora disse que, nestes casos, o hospital precisa informar a situação ao Juizado da Infância e da Adolescência para que os corpos sejam sepultados. A Promotoria vai pedir a identificação de todos os bebês e exigirá que haja sepultamento digno a todos.

Jornal Midiamax