Geral

Movimento é intenso no Aeroporto de Campo Grande com voos saindo e chegando lotados

O movimento de passageiros no Aeroporto Internacional de Campo Grande neste sábado de carnaval é intenso. De acordo com funcionários da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), na sexta-feira (28) e neste sábado (1º), o movimento está semelhante e bem acima do que o movimento normal. Os voos estão chegando e partindo da Capital lotados. […]

Arquivo Publicado em 01/03/2014, às 18h24

None
1981525472.jpg

O movimento de passageiros no Aeroporto Internacional de Campo Grande neste sábado de carnaval é intenso. De acordo com funcionários da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), na sexta-feira (28) e neste sábado (1º), o movimento está semelhante e bem acima do que o movimento normal. Os voos estão chegando e partindo da Capital lotados. A tendência é de que os próximos dias o movimento diminua e volte a se intensificar no retorno para casa. 


O eletricista Ronilçon Costa, 25 anos, que está trabalhando há três meses em Campo Grande, aproveitou o carnaval para voltar o estado do Maranhão e passar mais tempo com a família. Ele conta que irá pegar dois voos e a perspectiva é chegar às 18 horas. O carnaval dele será prolongado e só retornará no dia 10 para a Capital.


Sobre o carnaval sul-mato-grossense, Ronilço diz que já percebeu a diferença. “O carnaval aqui pelo que eu pude ver, é diferente. Lá [Maranhão] essa hora, o ‘bicho já estava pegando’”, diz . Como não morava na região de litoral, ele diz que o que mais atrai os foliões, é o carnaval dos blocos de rua.


De Recife, as amigas Mariana Bastos, 33 anos, e Simone Protágio, 34 anos, trocaram o tradicional bloco do Galo da Madrugada pelo carnaval de Bonito este ano. Elas enfrentaram três horas de viagem até São Paulo e mais uma até Campo Grande. Mariana diz que tem um irmão que mora em Ponta Porã e aproveitou o Carnaval para vir ao Estado conhecer Bonito.


A expectativa das amigas é conhecer os balneários de Bonito e aproveitar os esportes radicais que a cidade oferece. Questionadas sobre o motivo de deixar um dos carnavais mais tradicionais do Brasil para vir ao Estado, elas dizem que o objetivo é passar o carnaval de uma maneira diferente este ano.

Jornal Midiamax