Geral

Macumba: Segurança flagra motociclistas durante pichação ao prédio da Fundac

O prédio onde funciona a Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande, localizado na Rua Brasil, foi pichado durante a madrugada desta quarta-feira (17). No muro foram escritas as palavras: “macumba”, “Zorzo” e “dane-se”. A presidente da Fundac, Juliana Zorzo, disse que o guarda do prédio ouviu barulhos durante a noite e foi até a […]

Arquivo Publicado em 17/09/2014, às 16h57

None
732046680.jpg

O prédio onde funciona a Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande, localizado na Rua Brasil, foi pichado durante a madrugada desta quarta-feira (17).

No muro foram escritas as palavras: “macumba”, “Zorzo” e “dane-se”. A presidente da Fundac, Juliana Zorzo, disse que o guarda do prédio ouviu barulhos durante a noite e foi até a porta para saber o que era, quando deparou-se com três pessoas saindo em duas motocicletas.

“Não sabemos quem são as pessoas que fizeram isso, mas prefiro acreditar que elas não estão ligadas a movimento da umbanda. O que fizeram é um ato de vandalismo, isso é crime, mais cedo ou mais tarde terão que pagar por isso”, ressaltou. Zorzo procurou a polícia e registrou boletim de ocorrência para denunciar as pichações.

No mês passado a Fundação vetou a participação da cantora umbandista Rita Ribeiro na Quinta Gospel. Desde então a Fundac e o projeto cultural tem sido alvo de questionamentos nas sessões da Câmara Municipal e até entre representantes do Ministério Público Estadual.

Whatsapp: Fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens pelo Whatsapp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviadas com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax