Geral

Lugano vê Suárez no nível de Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo

Vetado para a partida diante da Inglaterra, Diego Lugano viu de fora a vitória do Uruguai na tarde desta quinta-feira. Dono da tarja de capitão do time, o zagueiro defende que Luis Suárez, autor dos dois gols do time celeste na Arena Corinthians, está no mesmo nível de Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo. “Ele já […]

Arquivo Publicado em 20/06/2014, às 13h31

None

Vetado para a partida diante da Inglaterra, Diego Lugano viu de fora a vitória do Uruguai na tarde desta quinta-feira. Dono da tarja de capitão do time, o zagueiro defende que Luis Suárez, autor dos dois gols do time celeste na Arena Corinthians, está no mesmo nível de Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo.


“Ele já demonstrou isso. Está no nível deles, mas para o nosso time é muito mais importante que Neymar, Messi ou Cristiano. Não sou eu que falo isso, mas sim as estatísticas: chutes, assistências, posse de bola, faltas recebidas”, enumerou Lugano.


Pelo Liverpool, Suarez foi premiado como artilheiro e melhor jogador da última edição do Campeonato Inglês. Três dias antes da partida diante do Uruguai, o técnico britânico Roy Hodgson afirmou que, para ser considerado um atleta de nível mundial, não bastava fazer sucesso em uma liga nacional, mas sim em uma Copa.Motivado pelas palavras do treinador adversário, Luis Suárez, recuperado de uma cirurgia no joelho esquerdo, iniciou a partida desta quinta-feira como titular no lugar de Diego Forlan. Apesar de não estar em suas melhores condições físicas, ele comandou o triunfo sobre os britânicos.


“A gente gosta muito mais de ganhar assim, de superar as adversidades. Vivemos momentos limites, jogamos tudo, sempre dando um pouco mais do que temos contra um time que talvez seja superior ao Uruguai em muitos aspectos. Vencer assim em um Mundial é importante, mas vamos manter a tranquilidade”, disse Lugano.


O ex-jogador do São Paulo ainda elogiou o jovem Gimenez, do Atlético de Madrid, que assumiu uma vaga no time titular. “Ele entrou em um momento muito difícil para um defensor. Um atleta com 19 anos que joga nesse nível é um craque”, declarou o atleta.


Costa Rica, Itália e Uruguai têm os mesmos três pontos no chamado “grupo da morte” da Copa do Mundo, mas o time centro-americano, de maneira surpreendente, conta com melhor saldo de gols (2, 1 e -1). Às 13 horas (de Brasília) da próxima terça-feira, jogam italianos e uruguaios e ingleses e costa-riquenhos.


Para evitar o clima de euforia excessiva após o sofrido triunfo sobre os ingleses, Lugano tratou de lembrar o inesperado revés por 3 a 1 da primeira rodada. “A vitória de hoje foi tão boa como foi ruim a derrota para a Costa Rica”, declarou o zagueiro, com a autoridade de capitão do time.

Jornal Midiamax