Geral

Leilão para ajudar índios atikum a adquirirem terra será na próxima semana

Um leilão de terras da União com o objetivo de arrecadar recursos para comprar terras para moradia de índios da etnia Atikum, ocorrerá na próxima terça-feira (12). Com o valor obtido, o objetivo é adquirir uma área o mais próximo possível de onde os índios vivem atualmente, próximos a indígenas da etnia Terena, no município […]

Arquivo Publicado em 07/08/2014, às 20h25

None

Um leilão de terras da União com o objetivo de arrecadar recursos para comprar terras para moradia de índios da etnia Atikum, ocorrerá na próxima terça-feira (12). Com o valor obtido, o objetivo é adquirir uma área o mais próximo possível de onde os índios vivem atualmente, próximos a indígenas da etnia Terena, no município de Nioaque no Estado de Mato Grosso do Sul.

Para viabilizar o levantamento do dinheiro, a SPU (Superintendência de Patrimônio da União), vinculada ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, cedeu uma área de 251,8 hectares (um hectare corresponde a 10 mil metros quadrados, o equivalente a um campo de futebol oficial) para ser leiloada, localizada na cidade sul-matrogrossense de Caracol.

A autorização para permuta entre a União e a prefeitura de Nioaque, que ficará responsável pelo leilão, foi publicada em portaria de outubro de 2013. Segundo informações da assessoria de comunicação do Planejamento, é esperada arrecadação de valor acima de R$ 1 milhão com a transação. A prefeitura de Nioaque está incumbida de encontrar e comprar uma área para os índios. Caso o valor arrecadado seja superior ao preço da terra, o restante irá para a conta do Tesouro Nacional.

A medida deve beneficiar cerca de 100 indígenas Atikum. De acordo com o Ministério do Planejamento, o leilão contribuirá para amenizar conflitos agrários na região.

Jornal Midiamax