Geral

Julgamento de Pistorius por assassinato será prolongado até 16 de maio

O julgamento ao atleta paralímpico sul-africano Oscar Pistorius será estendido até 16 de maio, anunciou neste domingo o Tribunal Superior de Pretória, que o julga desde o último dia 3 pelo assassinato de sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp. A duração do processo, prevista inicialmente de 3 a 20 de março, foi prolongada em um […]

Arquivo Publicado em 23/03/2014, às 15h43

None

O julgamento ao atleta paralímpico sul-africano Oscar Pistorius será estendido até 16 de maio, anunciou neste domingo o Tribunal Superior de Pretória, que o julga desde o último dia 3 pelo assassinato de sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp.

A duração do processo, prevista inicialmente de 3 a 20 de março, foi prolongada em um primeiro momento até 4 de abril.

A nova data de encerramento – após a qual a juíza Thokozile Masipa passará a debater o veredicto com seus conselheiros – foi estipulada pela procuradoria, a defesa de Pistorius e a própria magistrada.

O “prolongamento inesperado” do julgamento obrigou Pistorius a pôr à venda a casa onde aconteceu o crime para poder custear sua defesa, afirmou nesta semana seu advogado Brian Webber.

A residência – que fica em um luxuoso bairro de Pretória – está avaliada em 5 milhões de rands (332 mil euros no câmbio atual), segundo a declaração jurada que Pistorius apresentou ao tribunal durante sua solicitação de fiança no ano passado.

O corpo de Reeva Steenkamp foi encontrado com várias marcas de tiro em 14 de fevereiro do ano passado na residência de Pistorius na capital sul-africana.

Pistorius confessou que matou a tiros a modelo – que então tinha 29 anos – através da porta fechada do banheiro.

O velocista, de 27 anos, alega que abriu fogo contra Steenkamp pensando que se tratava de um ladrão que tinha invadido a casa.

O procurador Gerrie Nel acusa Pistorius de matar intencionalmente Steenkamp e pede para o atleta a prisão perpétua.

Nos Jogos de Londres, em 2012, Pistorius se tornou o primeiro atleta com as duas pernas amputadas a competir em uma prova olímpica.

Jornal Midiamax