Geral

Jayme elogia Flamengo após vitória: “controlamos resultado”

O time reserva do Flamengo venceu o Madureira por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, pela nona rodada do Campeonato Carioca. Mas quem imagina que foi uma partida fácil para o rubro-negro carioca, se engana. O elenco teve dificuldades, situação considerada normal pelo técnico Jayme de Almeida, já que o grupo não vem atuando […]

Arquivo Publicado em 20/02/2014, às 11h00

None

O time reserva do Flamengo venceu o Madureira por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, pela nona rodada do Campeonato Carioca. Mas quem imagina que foi uma partida fácil para o rubro-negro carioca, se engana. O elenco teve dificuldades, situação considerada normal pelo técnico Jayme de Almeida, já que o grupo não vem atuando com frequência.


“Acho que o time do Flamengo procurou o gol o tempo todo. O Madureira criou diversas dificuldades durante a partida. Mas seguramos mais o jogo e controlamos o resultado. O grupo desses meninos de hoje (quarta) não é o que está sempre jogando. Todas as vezes que eles entraram, sempre jogaram com a maior seriedade”, disse.


“Hoje não tem time A e time B. Fizemos uma boa partida, com triangulações. Começamos bem. No segundo tempo fomos bem até a metade e depois o ritmo caiu, o que é normal. O que vejo é um bom grupo do Flamengo, que toda a vez que colocamos em campo representa e tem correspondido com muito empenho, sempre fazendo o melhor. Assim, podemos manter todos com o ritmo bom, ninguém fica defasado. Isso nos deixa tranquilos”.


O time do B do Flamengo atuou até o momento em quatro jogos durante a temporada do Carioca, com 100% de aproveitamento: vitórias sobre o Audax, Boavista, Volta Redonda e agora contra o Madureira. Com o resultado, o clube chega a 22 pontos, mesma pontuação do Fluminense, que, no entanto, lidera por ter dois gols a mais de saldo.


“O time do Flamengo procurou, e o Madureira também criou dificuldades. O Paulo Victor fez boas defesas, criou jogadas perigosas. Os meninos tentaram fazer os gols o tempo todo, não houve negligência ou falta de respeito. Não paramos de jogar. Acho que nos 15 minutos finais administramos o jogo. É uma pena que não tenha saído mais gols, mas gostei muito da maneira como jogaram”, concluiu.

Jornal Midiamax