Geral

Impasse entre União e produtores rurais deve ser solucionado nesta semana

Até o fim desta semana produtores rurais de Mato Grosso do Sul e governo Federal devem resolver a questão das indenizações das 35 fazendas da região Buriti, localizada entre os municípios de Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti. O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, afirmou na tarde […]

Arquivo Publicado em 25/06/2014, às 20h13

None

Até o fim desta semana produtores rurais de Mato Grosso do Sul e governo Federal devem resolver a questão das indenizações das 35 fazendas da região Buriti, localizada entre os municípios de Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti.

O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, afirmou na tarde desta quarta-feira (25) que ainda mantém-se esperançoso quanto à negociação, apesar de haver conflito entre os valores propostos pela União e fazendeiros.

Conforme ele, advogados de produtores estão conversando com representantes da União no intuito de chegarem logo em um acordo, pois o prazo para o governo Federal emitir os títulos do Tesouro expira nos próximos dias.

“Os produtores estão reivindicando o que é justo, o que é de direito, ninguém está pedindo indenização por outros motivos, apenas querem o valor da terra para reconstruir suas vidas, pois a União tem dinheiro para a Copa. É preciso que o governo ceda um pouco’, ponderou Maia.

O presidente da Acrissul mencionou ainda que o impasse se arrasta há um ano e neste período ele já participou de 32 reuniões para debater o assunto.

Na última sexta-feira (20), um dos fazendeiros que teve sua propriedade ocupada por indígenas, Ricardo Bacha, declarou que os produtores rurais da região Buriti elaboraram laudo sobre o valor das terras e chegaram à quantia de R$ 124 milhões.

Porém, o relatório de avaliação elaborado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e Fundação Nacional do Índio (Funai) sobre o território propõe o pagamento de R$ 80 milhões.



Jornal Midiamax