Geral

Homem sofre sequestro relâmpago e tem R$ 2,2 mil roubados

Um homem identificado apenas como V.C.S., 64 anos, sofreu um sequestro relâmpago entre a noite de ontem (3) e a manhã de hoje, no bairro Silvino de Barros, em Bandeirantes – a 68 quilômetros a norte de Campo Grande. O caso foi registrado na delegacia do município como roubo majorado pelo emprego de arma. De […]

Arquivo Publicado em 04/03/2014, às 11h43

None

Um homem identificado apenas como V.C.S., 64 anos, sofreu um sequestro relâmpago entre a noite de ontem (3) e a manhã de hoje, no bairro Silvino de Barros, em Bandeirantes – a 68 quilômetros a norte de Campo Grande. O caso foi registrado na delegacia do município como roubo majorado pelo emprego de arma.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a vítima estava em casa assistindo televisão quando foi surpreendida por um ladrão que estava com uma arma de fabricação caseira e usava capuz. O criminoso chamou o morador pelo nome e disse que queria R$ 45 mil em dinheiro.

A vítima tentou explicar que não tinha toda esta quantia e entregou o valor de R$ 2,2 mil para o assaltante. Conforme relatos do morador, o criminoso estava agitado e passava a impressão de que estava acompanhado, porém a vítima afirmou não ter visto o comparsa.

Em seguida, o ladrão ordenou que a vítima entrasse no próprio veículo, no banco do passageiro, e veio dirigindo em direção a Campo Grande. Durante o trajeto, o assaltante retirou o capuz do rosto e fez ameaças, dizendo que sabia o nome da vítima, profissão e a rotina.

Na entrada da Capital, na Avenida Coronel Antonino, o criminoso mandou que a vítima descesse do veículo e não procurasse a polícia, pois ele sofreria represália. O homem pediu ajuda em um hotel de Campo Grande e conseguiu um táxi que o levou de volta para Bandeirantes.

Lá, a vítima registrou o boletim de ocorrência. O criminoso foi descrito como sendo, moreno, com aproximadamente 1,80 metros de altura, cabelo curto, aparentando de 35 a 40 anos e sempre usando gírias.

Jornal Midiamax