O homem de 37 anos que tentou matar a ex-mulher de 41 anos, no último sábado (12), ainda não se apresentou à Polícia Civil. Após a tentativa de homicídio, ele ligou para o Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança), confessou o crime e disse que se entregaria à polícia na segunda-feira (14). Porém, ainda cumpriu o prometido, e não se apresentou à polícia, segundo a delegada Rosely Aparecida Molina, da Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher), que investiga o caso.

Crime

De acordo com a proprietária do estabelecimento, onde aconteceu o crime, a vítima estava ajudando a fazer uma feijoada, quando o ex-marido apareceu, pedindo para reatar o casamento.
A mulher se negou, o homem saiu do local, mas voltou, com uma faca.

Ele atingiu a ex-mulher pelo menos cinco vezes. Os golpes atingiram as costas, cabeça, pescoço, braço e uma das mãos da vítima. A vítima ficou internada na Santa Casa, passou por cirurgia e teve alta médica no dia 14.

Na ligação feita ao Ciops, o ex-marido ainda ameaçou um homem que também estava no mesmo bar que vítima, dizendo que “faria pior com ele”.