Geral

Grife suspende vendas de jaqueta com símbolo nazista

A grife masculina Topman se desculpou publicamente por vender uma jaqueta que trazia uma referência nazista. A jaqueta jeans, vendida por $ 205 libras (aproximadamente R$ 758) tinha diversas estampas, entre elas a Othala, um símbolo que, assim como a suástica, era usado por Adolf Hitler desde antes da Segunda Guerra Mundial para expressar sua […]

Arquivo Publicado em 15/04/2014, às 23h50

None
192520606.jpg

A grife masculina Topman se desculpou publicamente por vender uma jaqueta que trazia uma referência nazista. A jaqueta jeans, vendida por $ 205 libras (aproximadamente R$ 758) tinha diversas estampas, entre elas a Othala, um símbolo que, assim como a suástica, era usado por Adolf Hitler desde antes da Segunda Guerra Mundial para expressar sua crença em uma raça ariana pura.

Durante a guerra, o símbolo aparecia nos uniformes de soldados na Croácia depois de ter sido apropriado por simpatizantes do nazismo e grupos fascistas também. Apesar de ter sido usado por Hitler, o símbolo é mais antigo e tem história na cultura viking, na qual representa saúde, prosperidade e significa relação com os ancestrais e demarcação de uma terra pertencente a uma família ou à linhagem de uma tribo.

A grife só percebeu o significado do símbolo quando um cliente os avisou pela internet. Prontamente eles retiraram o produto do site e suspenderam as vendas. “A jaqueta em questão não foi desenhada nem produzida pela Topman. Ela foi feita pela Horace, no entanto não está mais disponível na rede e a Topman pede desculpas por qualquer ofensa causada”, informou a empresa ao site Huffington Post.

Jornal Midiamax