Geral

Governo muda discurso e foca “orgulho” em vez de legado da Copa 2014

Pesquisas realizadas depois dos protestos que agitaram o País em 2013, principalmente durante a Copa das Confederações, fizeram com que o governo mudasse o tom dos discursos oficiais sobre a Copa do Mundo de 2014, publicou neste domingo o jornal Folha de S. Paulo. De acordo com a publicação, a presidente Dilma Rousseff focou o […]

Arquivo Publicado em 09/02/2014, às 10h39

None
107039169.jpg

Pesquisas realizadas depois dos protestos que agitaram o País em 2013, principalmente durante a Copa das Confederações, fizeram com que o governo mudasse o tom dos discursos oficiais sobre a Copa do Mundo de 2014, publicou neste domingo o jornal Folha de S. Paulo. De acordo com a publicação, a presidente Dilma Rousseff focou o orgulho de receber o evento em vez do legado que a competição deixará.


Isso porque pesquisas apontaram um ceticismo do brasileiro quanto ao impacto que as obras e o dinheiro público investido na Copa do Mundo causará no cotidiano. A avaliação foi de que há um temor quanto à falta de segurança e os atrasos, o que faz o público acreditar que o legado é uma forma de “maquiar” o sucesso do evento.


Em reunião com o marqueteiro Nizan Guanaes, o slogan “Copa das Copas”, utilizado extensivamente por Dilma, foi forjado para substituir “Pátria de Chuteiras”. A pesquisa mostrou que os sentimentos positivos ligados à competição são de orgulho e nacionalismo. A pesquisa foi feita pelos institutos Análise e Ibope e não teve os custos revelados.

Jornal Midiamax