‘Governo federal deve assumir responsabilidade sobre fronteiras’, critica Aécio Neves

Em 2010, o candidato Aécio Neves (PSDB) disse se lembrar bem da proposta de Dilma Rousseff (PT) para as fronteiras: 14 aeronaves não tripuladas para proteção do território. “Hoje só temos duas”, criticou o presidenciável nesta terça-feira (19), durante coletiva em Dourados, distante 225 quilômetros de Campo Grande. ‘Mato Grosso do Sul tem 1,5 mil […]
| 19/08/2014
- 18:42
‘Governo federal deve assumir responsabilidade sobre fronteiras’, critica Aécio Neves

Em 2010, o candidato Aécio Neves (PSDB) disse se lembrar bem da proposta de Dilma Rousseff (PT) para as fronteiras: 14 aeronaves não tripuladas para proteção do território. “Hoje só temos duas”, criticou o presidenciável nesta terça-feira (19), durante coletiva em Dourados, distante 225 quilômetros de Campo Grande.

‘Mato Grosso do Sul tem 1,5 mil quilômetros de fronteira aberta que aumenta a criminalidade do país. São mais de 56 mil mortes, um índice muito maior que muitas guerras e isso em consequência do tráfico de drogas e armas. O governo federal transfere responsabilidades para os Estados, uma responsabilidade que é do governo federal”, pontuou.

Aécio propõe melhoria na estrutura da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e o desmembramento do Ministério da Justiça em Ministério da Segurança Pública e Justiça.

“Existem dois fundos no país: o penitenciário e o da segurança pública. Foi aplicado menos de 40% da segurança pública e da penitenciária nem 11%. O orçamento da PRF é o menor dos últimos anos”.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias